CHB

Preços do etanol caem em 9 Estados e sobem em 15

Notícia Segmento Sucroenergético - Publicado em 05/11/2013

São Paulo - Os preços do etanol hidratado nos postos caíram em nove Estados, subiram em 15 e ficaram estáveis em dois e também no Distrito Federal na semana encerrada neste sábado, 26, de acordo com a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Na semana imediatamente interior, os preços haviam recuado em 15 Estados e no Distrito Federal, subido em dez e ficado estável no Amapá.

No período de um mês, os preços do etanol caíram em 15 Estados e no Distrito Federal, e subiram em 11. Em São Paulo, principal Estado consumidor, a cotação subiu 0,11% na semana, para R$ 1,767 o litro. No período de um mês, acumula alta de 1,61%. Na semana, a maior alta, de 1,68%, aconteceu no Paraná, enquanto que a queda mais expressiva foi registrada no Amazonas (-0,86%).

No mês, os preços subiram mais no Amapá (4,65%) e caíram com maior intensidade na Bahia (-3,2%). No Brasil, o preço mínimo registrado para o etanol foi de R$ 1,45 o litro, no Estado de São Paulo, e o máximo foi de R$ 2,99/l, no Pará. Na média, o menor preço foi de R$ 1,767 o litro, em São Paulo. O maior preço médio foi verificado em Roraima, de R$ 2,743 o litro.

Competitivo

Os preços do etanol nos postos de combustíveis seguem competitivos em relação à gasolina apenas em Goiás, Mato Grosso, Paraná e São Paulo, mostram dados da ANP referentes à semana encerrada neste sábado, compilados pelo AE-Taxas. Nos demais 22 Estados e no Distrito Federal, a gasolina está mais competitiva.

De acordo com o levantamento, o preço do etanol em Goiás equivale a 66,14% do valor da gasolina. Em Mato Grosso, a relação está em 65,54%; no Paraná, em 67,31%, e em São Paulo, em 65,13%. A gasolina está mais vantajosa principalmente em Roraima, onde o etanol custa o equivalente a 91,04% do preço da gasolina. O preço médio da gasolina em São Paulo está em R$ 2,713 o litro. Na média da ANP, o preço do etanol no Estado ficou em R$ 1,767 o litro.

Ao clicar no botão “aceito”, o titular dos dados dará permissão para a captação e tratamento de seus dados para que o controlador dos dados os utilize de maneira a atingir suas pretensões pessoais, balizadas pela lei 13.709/18. Cumpre informar que ao clicar em “aceito” o titular dos dados concorda integralmente com a política de privacidade da empresa, disponível em: Política de Privacidade.